sábado, 14 de janeiro de 2012

Refletindo sobre sexta- feira 13


Você é supersticioso ?

 Não sou supersticiosa, portanto a data a meu ver não passa de um dia como outro qualquer. Sempre haverá uma sexta feira 13 no calendário. Se não dessem tanto ênfase a ela, tenho certeza de que  o dia me passaria despercebido.
 Encaro normalmente o dia, não tenho restrições quanto a   que cores de roupa devo me vestir para não ficar exposta a maus fluidos,  encaro naturalmente o pobre gato preto e outras crendices populares, nem fico me protegendo com patuás.
No entanto para os supersticiosos, esse é um dia “arrepiante”, cheio de maus agouros.  É como se as portas estivessem abertas permitindo a entrada de energias perturbadoras.
Superstições, mitos e crenças nascem da crendice popular e vão passando de geração a geração. E ainda neste avançado século XXI, pessoas há que insistem em continuar repetindo mecanicamente manias de seus antepassados. E a cada sexta- feira 13 do calendário, a superstição vai ganhando força.  
Então o dia acaba se tornando pesado e sombrio para elas, que devido às suas próprias emanações negativas ficam se cercando de toda precaução a fim de evitar que algo ruim venha a acontecer.
Somos aquilo que pensamos. Vivemos naquilo que criamos e acreditamos para nós mesmos e nos transformamos de acordo com o que acreditamos.
Em minha opinião, sexta feira e 13 é uma data  que não tem poder algum.A energia negativa para uns e positiva para outros não vem da data mas de quem acredita nela.
Assim, se alguém acredita que a data pode trazer azar, estará se conectando ao campo vibratório correspondente de tal modo que se esvairá em medo e angústia podendo atrair para si algo de energia ruim. O que também poderá acarretar algo de ruim em sua vida. Aqui vale aquela velha máxima: “pensamento negativo atrai energia negativa”.
Ainda teremos mais duas sexta – feiras 13 durante esse ano. Propaganda da mídia que fez tanto alarde sobre a data e de antemão já alerta os supersticiosos de plantão a ficarem preparados para o dia tão temido.
Quem é supersticioso ao extremo, traz arraigado em si certas atitudes e formas de pensar, sendo difícil pensar numa mudança e transformação. Mas não custa tentar. Procure encarar o dia com naturalidade e bom senso. Transforme suas energias negativas em positivas.
Em vez de pensar na negatividade em relação a que na  última  Santa Ceia havia 13 pessoas à mesa, conferindo assim a tal negatividade à data, pense na maravilha da Ressurreição de Cristo e na oportunidade de transformar sua vida.
Pense que Deus está contigo todos os dias e que estando sob sua proteção nada de mal irá lhe acontecer.
“Este é o dia que o Senhor fez para nós, alegremo-no e nele exultemos(”Sl118:24) 
Um dia de bênçãos e misericórdia como qualquer outro.

Um comentário:

  1. Boa tarde, querida Edite!
    Não o sou, graças a Deus!
    Bjm fraterno e um abençoado 2017!

    ResponderExcluir