terça-feira, 5 de junho de 2012

Sou uma pequena gota no oceano...




Chove lá fora, enquanto aqui dentro é aconchego.
Aconchego do lar... aconchego da alma.
Gosto de ficar recolhida em mim mesma, refletindo.
Chuva assim incessante dá-me uma sensação de abandono,.
Uma sensação de liberdade...liberdade de estar só.
Gosto de olhar a chuva pela janela, ou apenas ficar a escutar o som dos pingos no telhado.
Chuva é vida, chuva é transformação. A pastagem se renova, as flores se abrem, a terra se prepara para receber a semente. O ar se purifica, fica mais leve.
Tudo o que não tinha mais vida agora se exibe de forma exuberante.
Olho a chuva que lava a calçada. A chuva escorrendo pelo asfalto lavando a fuligem. Como certas atitudes tem o poder de nos lavar a alma.
Fico pensando nas pequenas ações que podemos fazer e também como a chuva, transformar vidas, fortalecer relações, fazer brotar a esperança.
Receber ou dar um abraço, perdoar ou ser perdoado, fazer ou receber um carinho, compreender ou ser compreendido, amar ou ser amado, saber acolher... sentimentos que agem como gotas de chuva. Lavam-nos por dentro. Tem o poder de renovar , umedecer a vida.
E eu sigo pela vida fortalecendo-me com as pequenas gotas de chuva eventualmente deixadas em mim, nas quais tenho o prazer de me deixar embeber.
Assim como também vou procurando umedecer corações de pessoas que fazem parte do meu convívio ou que por ventura cruzam o meu caminho.
São poucas minhas ações. São pequenas, quase invisíveis. Muitos a ignoram. Outros nem a conhecem.Para alguns não fazem diferença alguma.
Mas são ações verdadeiras. Nelas há um misto de seriedade e leveza, prazer e responsabilidade, alegria em se doar, mas...
Sou uma pequena gota nesse imenso oceano que é a vida.


Chove lá fora
Deixa chover
A natureza se renova
E aqui dentro do meu peito,
também a vida
continua florescendo

5 comentários:

  1. Deixa chover lá fora e dentro, que floresça a alegria e tudo de bom, SEMPRE!! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá querida Edite, que alegria sua ilustre e abençoada visita em meu cantinho rsrs. Fico feliz por você trabalhar com o catequese em familia, só não gostei de saber que os resultados não estão sendo satisfatórios. Vou rezar para vocês obterem ótimos resultados, e manter uma abençoada evangelização. Querida amo seus textos, esse mesmo me sentir pra cima.
    PAZ E LUZZZZZZZZZZZZZZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Jonathan, eu estou muito preocupada com a leviandade com que pais e filhos encaram a catequese. Para eles é apenas mera formalidade.
      obrigada pela força.

      Excluir
  3. Eu adoro correr na chuva, Edite!!!

    Correr já é para mim uma sensação indescritível de liberdade, quando está chovendo então, parece que não há nada no mundo que possa abalar-me.

    Chuva só é ruim quando vem muito forte e você tem um compromisso inadiável e não pode ficar em casa olhando-a cair através do vidro da janela...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser muito prazeiroso correr na chuva. Eu já prefiro os dias de sol para caminhar. Aí então me sinto livre apreciando a imensidão do universo. Apenas que em dias de chuva acabo ficando muito tempo recolhida e minhas atividades físicas ficam um pouco prejudicadas. Mas, sempre vem o sol, não é mesmo? E então eu recupero o tempo perdido. Bjs.

      Excluir