quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Gosto da chuva...


Hoje o céu amanheceu enevoado. Um vento leve e quente soprando do nascente.
Tantas ameaças frustantes de chuva em dias anteriores, parece que hoje a promessa iria se concretizar.
A fumaça foi ficando mais densa . O sol tímido até tentou dar seu ar da graça. Masfoi vencido pela névoa espessa. O calor aumentando... o vento agora mais traquina derrubando objetos no quintal, desafiando as frutinhas da mangueira  com seu poderoso sopro, rodopiando folhas secas..Não sei se está amedrontado ou apenas querendo brincar.....
Melhor esquecer a vassoura e deixar que a poeira faça seu reinado.
Enfim, os primeiros pingos. O vento antes irriquieto, agora vai se acalmando.
É bom sentir o cheiro de terra molhada muito mais forte agora, depois da grande estiagem.
Abro a janela e fico ali a espiar e inspirar o cheiro do ar que aos poucos vai se tornando mais puro e refrescante  impregnando meus pulmões.
Olho as plantas.. folhas mais vivas, recebendo cada gota como se fosse uma poção mágica. As flores ao sabor do fraco vento deixando-se embeber por cada pingo da chuva rejuvenescedora.
Olho as folhas secas encostadas no canto da calçada. , agora sem vida, mortas... aguardando para serem recolhidas.
Olho a água escorrendo pela calçada, lavando toda poeira, lavando toda fuligem do asfalto.
Chuva que lava também a alma
Chuva que acalma e faz sonhar
Chuva que traz aconchego
Chuva que chega sem pedir licença. Vai chegando e me envolvendo com seu cheiro de terra molhada, seus ruídos de trovões ,sua música entoada nos pingos que ecoam no telhado ou deslizam pela janela, sua brisa fresca que espanta o calor.
Chuva que traz calmaria para as ruas de repente vazias, chuva que traz calmaria também para o meu coração.
 Chuva que traz esperança de renovação...


6 comentários:

  1. Chuca é necessária,mas as coisas andam tão trocadas que aqui re, repente, choveu tanto que há cidades alagadas e outras com perigo de... Beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. É chica, vc tem razão. Para muitos traz benefícios. Mas pode ser também motivo de tristeza qdo traz alagamentos , deixa pessoas desabrigadas e tráz ae morte por desabamentos. São os impactos da natureza...

    ResponderExcluir
  3. É amiga Edite...A chuva lava e purifica, desde que a enxurrada não nos perturbe, as vezes penso que quando isto acontece algo de renovador precisa acontecer , sabe-se lá o que...Provavelmente levar a maldade humana e o desamor dos corações empedernidos.Beijos. Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito profundo Claudete. Gostei da sua colocação. Tem havido muitas tragédias pluviais.
      Para as vítimas dessas tragédias, a chuva lava " seus bens", destrói seus sonhos. Traz desassossego. Gosto de transformar a chuva em algo poético. Mas bem conheço o outro lado dessa "poesia". A chuva deveria era lavar a imundície presente em tantos corações. Mas a poesia tem esse poder de nos fazer refletir e discernir sobre o romântico e o assustador. Bjs. Obrigada pela colaboração e amizade.

      Excluir
  4. Olá,Edite!!

    Lindo e poético texto!!Tens razão, a chuva lava a alma, renova.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho. Volte mais vezes!

      Excluir