segunda-feira, 23 de setembro de 2013

a vida é uma caixinha de surpresas


Sem sombra de dúvidas, a vida é um encadeado de surpresas. Umas boas, outras ruins. Agradáveis ou desagradáveis. Pequenas surpresas de diversas formas, tamanhos, sabores e intensidades preenchem nossos dias.
Algumas surpresas surgem como resultado de nossas próprias escolhas ou nossos próprios esforços.
Em outras, elas são completamente imprevisíveis. Fogem ao nosso controle. O importante é saber reagir da melhor forma para que não tenham um efeito extremamente destruidor em nossas vidas.
Sabemos que a vida não se constrói somente de coisas boas e agradáveis. Nem somente com pessoas maravilhosas. O mundo nem sempre é bonito e convivemos também com pessoas nem sempre agradáveis.
Talvez esteja aí o encanto da vida. Saber conviver com essas múltiplas facetas exige equilíbrio , serenidade, inteligência , bom senso . Cada pessoa é unica, com seu potencial e suas limitações. Seu próprio caráter, sua história, seus objetivos. E cada uma tem algo a oferecer.. Talvez seja também esse o fato de nosso coração se ferir constantemente ao perceber que o outro não corresponde às nossas expectativas.
Idealizamos o outro, ou idealizamos algo e depois nos surpreendemos e acabamos sofrendo com o que nos foi apresentado.
A vida é uma longa caminhada. Um caminho que julgamos infinito, com uma meta pre- estabelecida. Mas um caminho também tem obstáculos, buracos, barragens. E, otimistas que somos, nos focamos basicamente no sucesso. E quando surge o imprevisto, poucos estão preparados para transpor as barreiras.
Superar a dificuldade pode ser um processo doloroso e demorado. Nossos projetos, nossos sonhos, ficam abalados. Vem as lamentações, a revolta, a tristeza.
Esquecemos que quando engatamos uma caminhada, o imprevisível pode acontecer. É preciso estar atento, identificar o momento certo de parar, olhar ao redor do caminho, traçar estratégias.
Viver é caminhar. O caminho em si é absolutamente importante. É preciso contemplar cada passo na realização de sua meta. Mais importante que chegar, é a certeza de que se está caminhando na direção certa.
Há necessidade de mudar o rumo? Com certeza haverá um atalho que o ajudará a transpor a dificuldade levando-o a uma realização satisfatória dentro da necessidade do momento.
Cada fase da vida é unica e tem sua importância, seu significado. Viver cada fase da vida sem deixar morrer o entusiasmo, eis o segredo.
A vida não permite ensaios. E nem sempre a peça termina em aplausos.

*****                        ******                       *******                    *******

Este texto foi escrito em 2011 , quando inesperadamente fui vítima de um acontecimento inesperado, aliás ,jamais cogitado como sempre acontece. Nos achamos inatingíveis e sempre muito bem protegidos. De repente... pimba! e tudo parece desmoronar.
 Um ano fora de circulação foi um verdadeiro aprendizado, apesar das dúvidas e medos de  também me fizeram prisioneira. Um episódio do qual nunca me esqueço e sempre me faz pensar nas "surpresas" que a vida nos prepara....

 Na época foi postado em um antigo blog meu , hoje desativado. o blog da edimeli, como muitos  leitores conheciam.

5 comentários:

  1. Eu a conheci nesse outro blog, Edite.

    Adoro a maturidade e compreensão com a qual você aborda o assunto.

    É sempre muito bom lê-la, minha amiga!!!

    ResponderExcluir
  2. "Saber conviver com essas múltiplas facetas exige equilíbrio, serenidade, inteligência, bom senso." --Edite, no post

    É isso mesmo... e qtas vezes não perdemos a estribeira qdo mais deveria aplicar o bom-senso... e só fazemos por piorar o que já estava ruim!

    Não entendi qdo vc diz "um caminho que julgamos infinito, com uma meta pré-estabelecida" ... não entendo infinito com uma meta pré-estabelecida... se o infinito é sem fim como pode ser pré-estabelecida a meta? Será que perdi o fio da meada na interpretação? Se for o caso, ao menos tenho o privilégio de perguntar diretamente à autora do texto... muito bom, por sinal.
    Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Mas um caminho também tem obstáculos, buracos, barragens".

      "Esquecemos que quando engatamos uma caminhada, o imprevisível pode acontecer. " ( partes do texto)

      E não é mesmo Paz. Nós "supomos", "pensamos", "consideramos" que a caminhada transcorrerá sem interrupções "infinitamente". De repente temos que desviar o caminho, traçar estratégias. E não estamos preparados para tal, pq avaliamos errado, focado apenas naquilo que pré estabelecemos.Será q expliquei bem ? " Pleonasmo " talvez? Mal empregado, mas pode ser considerado assim , pelo menos por mim um pouco leiga em regras gramaticais

      Excluir
    2. Tudo OK com seu uso das regras gramaticais, Edite. Foi a ideia do infinito ser preestabelecido que me fez questioner... assim como não me cabe a Santíssima Trindade... um mesmo ser o Pai Criador, tb ser o Filho Salvador, tb ser o Espírito Consolador... pra mim cada um é um, mas não é esse o ensinamento ortodoxo cristão. Obrigada por vc me dar a atenção em esclarecer seu texto.
      abraço... grande abraço,
      Paz

      Excluir
  3. Acabo de ler algo de que vc vai gostar: "Parte do nosso crescimento é dar-se conta quem e o que são as pessoas." --paulvanderklay
    Paz

    Paz

    ResponderExcluir